segunda-feira, 5 de maio de 2014

Sabrina vs Sandália e Meia Branca

Sabem o que é que me indigna mais ainda do que ter 24 amigos que gostam da página da Mafalda Veiga no Facebook, ou do que ver um cachalote de leggings a subir umas escadas à minha frente? Ver gajas de sabrinas. Eu sei que 85% das pessoas que lêem esta tentativa de Blog são mulheres, e que desse público provavelmente 97% usam sabrinas, mas a seguir a umas Crocs, são a coisa mais desenxabida que uma mulher pode meter nos pés. As sabrinas têm tudo para ser más: são esteticamente feias (aquele laçarote à frente faz-me sempre lembrar os sapatinhos que a Heidi deve usar no meio das montanhas quando vai comprar pão); são pouco higiénicas (com 30º, usar um calçado assim sem meias, deve ser coisa para fazer os pés chegarem ao fim do dia a cheirar a queijo da serra), além de que duvido que sejam confortáveis e seguras (são tão finas, que se pisarem um prego com elas, vão sangrar mais do que uma galinha num arroz de cabidela). 
E agora apetece-me falar sobre a Maddie. "Ah, mas o que é que a Maddie tem a ver com sabrinas?" Nada. Então a rapaziada da Scotland Yard vem para o Algarve fazer "escavações" para ver se encontram a miúda? Durante o Inverno investigam teses de rapto, para não terem de tirar a peida do escritório, mas no Verão arranjam sempre uma tese de merda para vir para o Algarve apanhar sol. Se estão à espera de encontrar um esqueleto de um metro e vinte, de sandália com meia branca, podem tirar o cavalinho da chuva. Continuo a acreditar naquela teoria dos que dizem que a miúda já foi avistada em tanto sítio, que a Scotland Yard devia abandonar a tese de homicídio e apostar na tese de InterRail.
E não. Deixem-se de merdas. As sabrinas não são confortáveis. Mal por mal, antes sandálias com meia branca. À turista britânico. Estamos juntos, Madeleine!

34 comentários:

  1. AI, ai, o que eu adoro Sabrinas... Havias de experimentar, não ias querer outra coisa. Olha o que eu te digo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também escreveste "Sabrina" com maiúscula. Isto pega-se!

      Eliminar
  2. escavações? chamaram-me!
    e é isto que eu tenho a dizer sobre sabrinas! --' além de que subscrevo o comentário anterior!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha olha! Há algumas três arqueólogas que comentam neste Blog. Qualquer dia, se os McCann me mandarem limpar o sarampo por causa das coisas que escrevo, espero que vocês três ajudem depois a GNR nas "escavações".

      Eliminar
  3. Bolas fiquei tonta...

    Confesso que vim ler-te por causa da sandália com meia branca, e se fosse meia com raquete, ui.... (o meu olho inté treme) ...sexy!!!

    Volta e meia vejo-os de passagem por Alguidares, normalmente perdidos e pedir orientação. Eu eu vou sempre ajudá-los. Não é só para treinar o meu "estrangeiro", é porque adoro cámones de meia branca! Que posso fazer?!? Eu nasci assim... carrego a cruz do bom gosto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caraças, um dia ainda vou descobrir onde é esse universo paralelo de "Alguidares".
      E já tive para usar a palavra "cámone" duas ou três vezes em posts, mas não sei como se escreve! É "cámones"? Ou "Come On's"?

      Eliminar
  4. Durante anos usei sabrinas, mas percebi q estupidez que era quando as decidi usar na Irlanda, onde fiz erasmus, com uns graus negativos que trouxeram a neve, o gelo ... e eu de sabrinas... -.-'
    Por isso, apoio-te! ;)
    Quanto a não conheceres o Porto, convido-te a vires cá um dia que queiras. Ficas em minha casa e levo-te a conhecer estes locais de que falo no meu blog. (só não faço a minima ideia de onde és).
    muah*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, realmente para o gelo e para a neve não devem dar muito jeito. É como ir de chinela havaiana para a Serra da Estrela.
      Olha que eu apareço em Campanhã, e começo a perguntar pela Magda a toda a gente..! Sou do coração do Ribatejo! :)

      Eliminar
  5. Esta tudo acabado entre nos! I <3 sabrinas e nao cheiram mal. As crocs sao abominaveis mas a sandalia com meia branca, na minha modesta opiniao de blogger nao fashionista, ainda conseguem ser piores!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também dizia que não era "fashionista", mas já ando a escrever posts sobre "Sabrinas". Nunca digas "desta água não beberei"...

      Eliminar
  6. Ahah :P olha, eu ando quase sempre de sabrinas... gosto de saber que se tiver de correr, consigo! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Correr? E não é doloroso? Aquilo é como estares descalça, mulher!

      Eliminar
  7. Vou estrear-me nos comentários... Sabrinas são um horror... Desconfortáveis para as pernas, no fim do dia parece que corremos kms, finas como tudo, maldita calçada portuguesa. No entanto há um grande dilema do que calçar na meia estação. Se andar de botas com 26 graus, além de me chamarem de doida, chego a casa com os pés no dobro do tamanho e aí sim, bem que posso pôr molas nos narizes dos habitantes desta humilde casa e nos dos vizinhos. Se tirar as botas num dia e calçar chinelas, sinto-me nua e com frio nas pontas dos dedos. Portanto, os horrores de sabrinas (mas sem meia branca) têm que ser usados no período de transição... Se eu fico feliz por usá-las, não fico, porque detesto. E não me venham falar em sapatos de salto, porque volto a falar na calçada portuguesa... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela solidariedade, Bigodes! Deste-me aí mais uns argumentos para utilizar da próxima vez que escrever um post a cascar nas Sabrinas.
      (Escrevo sempre "Sabrina" com maiúscula. Deve ser por causa da outra que é cantora..)

      Eliminar
  8. Quando vi essa noticia da Maddie pensei: wtf? coitada da gaiata que já n existe mas eles insistem em vir de férias, oops,vir investigar. E olha, só reti mais uma coisa. 24 amigos a gostar de Mafalda veiga?? Depois diz me quantos gostam de João pedro pais...só por curiosidade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunes, o teu comentário valeu-te uma "menção honrosa" no meu último post! :P

      Eliminar
  9. Um dia ainda me vens pedir emprestadas as minhas sabrinas prateadas! Ficavas fã e irresistivel! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho umas dessas, para os dias em que depois da meia-noite me "transformo" em Marlene! ;) Uhuhuh

      Eliminar
  10. Pois posso dizer-te que uso sabrinas (não sempre mas muitas vezes) e são dias felizes para os meus pés porque são bem confortáveis. É tão bom descer do salto de vez em quando :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depende Cat, depende.
      Medes quanto? Se medires menos de 1,60m, deixa-te lá andar nos saltos, sim? :P

      Eliminar
  11. Concordo contigo. Eu entendo que, por vezes, as sabrinas até possam ser uma opção diferente para meninas que querem variar, mas nunca consegui ver aquilo como algo que favorecesse, com ou sem lacinho à frente (mas pior com laço, claro!).
    E sim, daqui a 50 anos ainda vem uma excursão ao Algarve de vez em quando fazer mais uns buracos para fazer render o peixe. E ontem vi uma notícia que dizia que iam usar cães para tentar encontrar o cadáver da Maddie. Não é que eu duvide da competência dos animais mas, digo eu na minha ignorância que, ao fim de 7 anos, aquilo já não cheira a nada...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui, foste a única pessoa, em 11 comentários, que teve sensibilidade suficiente para falar sobre os dois temas: Maddie e Sabrinas! O que no fundo veio estragar a teoria do post que eu já tinha escrito para 'postar' hoje! lolol (quando o leres vais perceber!)
      Quanto à Maddie, não podia estar mais de acordo: ao fim de 7 anos já não deve haver grande coisa para cheirar..!

      Eliminar
  12. Venho aqui só para te dizer que uso crocs E sabrinas. E se for preciso, para acelerar isso das escavações, voluntario-o me para ir para o Allgarve. É só pagarem o alojamento, please.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És enfermeira, só pode! Ou então andas a apanhar mexilhão!
      Crocs, Chata? CROCS?

      Eliminar
    2. Farmacêutica. E amo as minhas Crocs de paixão. Uso o ano todo :p

      Eliminar
  13. Meia branca só com a bela da raquete.. senão esquece! Não ha cá imitações!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tive umas dessas, mas em cinzento! :P

      Eliminar
  14. Ahahahahah!!! Não sei se comece pela Mafalda Veiga (que odeio) ou pelo facto de te mandar à merda porque também uso sabrinas mas fartei-me de rir com isto :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes-me mandar primeiro à merda, Pin!
      E agora já podemos falar do facto de a Mafalda Veiga só saber três acordes na viola..?

      Eliminar
    2. Ela não nasceu.. ela foi literalmente vomitada pela mãe... :x odeio!

      Eliminar
  15. Primeiro as primeiras coisas então; ora vai á merda!
    ProntoS, já está!
    Eu uso sabrinas e ficam-me lindamente nestas pernas de metro e meio!
    Sim, tens razão "com 30º, usar um calçado assim sem meias, deve ser coisa para fazer os pés chegarem ao fim do dia a cheirar a queijo da serra" mas só se forem daquelas rasquinhas, rasquinhas em plástico porque das boas, das Tods por exemplo, ´tá sempre o pezinho ali pronto e limpo, que se pode lamber!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha olha olha..! A mandar-me para sítios feios! És da mesma equipa que a Pin?! :P
      Deus me livre, lamber um pé depois de um dia inteiro numas sabrinas. Nem que fossem feitas de manteiga de amendoim!

      Eliminar
  16. Sou rapariga e odeio sabrinas! E quando digo que odeio, é um ódio enorme. São tão feias e desconfortáveis!
    Adorei o texto! :p

    ResponderEliminar