terça-feira, 27 de maio de 2014

Das palavras mal pronunciadas

Estava aqui sentado no meu sófá, a pensar no que haveria de escrever, e passaram-me um cem numbaro de temas pela cabeça. E a escolha acabou por recair num tema que a Rosa Cueca abordou hoje no Facebook do Blog dela: Runiões da Tupperware. Vá, é mentira. O tema foi o dos cidadões que pronunciam mal algumas palavras da língua portuguesa.
Abri uma cerveja (isto só funciona com gasoil), trinquei a minha sandes de mortandela, passei uma véstoria aos canais da TV, e como não estava a dar nada de jeito, tirei o borboto do meu imbigo, ajeitei os ócles, e meti mãos à obra.
Mal comecei a escrever, voceses não imaginam o que me aconteceu: deu-me uma cambria. A sério, grunhi para aqui que nem um porco em plena matança! E depois pensei: estou sozinho em casa, a gritar que nem um maricas, com a minha tshérte da Hello Kitty vestida. Estou a três gatos e um DVD do Diário da Nossa Paixão de distância de me tornar num rabeta da pior espécie, daqueles que comem seladas com paterrabas e bebem sumos detox. Eu sei que cada um usa o rabo como quer, mas, destrocando por miúdos, antes queria ter o meu cheio de almerródias, do que a jogar na mesma equipa que o Carriço. 
Enxuguei as lágrimas. Olhei para a TV e estava a dar o sorteio do Euromilhões. Peguei numa caneta para resistar os numbaros. Saiu o dezasseis. E a seguir o treuze. Nunca jogo no treuze. Puta que pariu as subrestições e mais o azar que não me deslarga.
Pensei para comigo: vou ter de me enterter com outra coisa qualquer. Mas o quê? E disse para mim mesmo: "Pedro! Estás poribido de ir outra vez gastar dinheiro a comprar artigos em sexshops online!" 
E prantes, aqui continuo no sófá, embrulhado nos meus pensamentos. Sabem, um dia hei-de ter uma vivenda germinada. Paredes meias com a da Sara Sampaio ou com a da Catarina Gouveia. Ou, quem sabe, com ambas as duas. Sigo-as no Instagram e fazem-me sorrir muitas vezes. E nem é pelas parteleiras! É mesmo pelas fotos que publicam das viagens, a lember gelados, ou a comer cachorros cheios de batatas, çabolamarionese (é só castrol, oh meninas!). E não, desqueçam lá essas ideias de que elas são "areia a mais para a minha caminete", porque voceses não sabem nem o tamanho do meu camião TIR, nem o da garage delas. Ou julgam que eu só consigo conquistar garotas de pograma?
Ah, e ainda falta um promenor. Prontes, agora já não falta. Já está tudo. Agora vou dormir, antes que tenha um ataque epilétrico por estar tanto tempo seguido ao computador. E tenho de despir a tshérte da Hello Kitty e vestir um pijama mais quente, que já estou para aqui a espilrar.

* As palavras sublinhadas foram sendo adicionadas ao texto original, por sugestão na caixa de comentários ou no Facebook do Blog. 

58 comentários:

  1. esqueceste-te da parteleira. de todas, é a que mais me irrita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já introduzi. Qualquer sugestão que venha dos meus leitores, irá aparecer no texto. Nem que seja à força! ;)

      Eliminar
  2. E porque não a "delember" gelados? Ou a comer "diogutes"? x)

    ResponderEliminar
  3. Também encontras pessoas que comem "selada" (alface) e que semeiam "patarrabas". E nunca esquecer as que têm "almorródias"! xDD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Almorródias" é válido. E "seladas" também tinham sugerido no Facebook. Também serão introduzidas no texto!

      Eliminar
    2. Se eu pensar bem ainda surgem mais umas quantas!

      Eliminar
  4. Não percebi nada do que tentaste "dezer", sinceramente!

    Eu quando vim para Lisboa foi "gozada" pelo meu suposto sotaque do norte (que eu vim a descobrir que não tenho sotaque, simplesmente falo português) mas vi com cada pérola que nem lá em cima existem! Vá, é certo que na capital as pessoas não dizem "há-des" em vez de "hás-de" mas também não podem falar muito... O que me chama mais a atenção é o "dezer", quase todos os lisboetas o dizem, não falha!

    P.S. Esqueceste-te de um promenor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui na minha zona, temos muito o hábito de dizer "Na" em vez do "Não". Quando estava na Faculdade, também me "gozavam" por causa disso! "Na fui eu!", "Eu na vou".

      Já introduzi o "promenor" neste texto interactivo. lol :)

      Eliminar
  5. A minha convivência com fanhosos, bimbos, tias de cascais e pessoas que julgamos normais até abrirem a boca...permitia-me alterar esse texto todo para babuseira! Mas foi inspirador e vou dormir descansadinha a pensar que até não falo assim tão mal...só à taberneira...mais nada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caraças, agora deixaste-me a pensar sobre onde trabalharás tu.
      Falas nada à taberneira, não me aldrabes! :P E se quiseres alterar o texto para babuseira, eu em ti confio para fazeres esse exercício!

      Eliminar
  6. Respostas
    1. lol! De facto há quem diga das duas maneiras. E posso pôr das duas no texto, porque neste blog nada é impossível! :P

      Eliminar
  7. Snapo. (semáforo)
    Mariónese. (maionese)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Snapo? Confessa: "snapo" é coisa de criança que começou a falar há pouco tempo.
      "Mariónese" é bastante válido! Vai entrar no texto, apesar de eu não gostar de molhos!

      Eliminar
    2. Snapo é de velha, leva cuspidela no fim da palavra, pelo que é apenas e só uma expressão válida e mágica.

      Eliminar
  8. Nã precebo este post....
    Onde estão os errus? Acho que perciso de ócles!

    ResponderEliminar
  9. Com tanta comida, devias fazer umas anáis à urina e ao castrol.
    E agora com o calor, eu a ti calçava umas sendálias. Mas cuidado! Se te constipas, depois não paras de espilrar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Castrol" e "espilrar". Confere. Têm de ir.

      Eliminar
    2. es·pil·rar
      (alteração de espirrar)
      verbo transitivo e intransitivo

      [Popular] O mesmo que espirrar.

      "espilrar", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/espilrar [consultado em 02-06-2014].

      Eliminar
  10. Vê lá se quando fores ao médico tratar das almerródias não te fazem uma análise à órina e depois metem-te uma argália - quem avisa....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah! Acredito que dava para fazer outro texto do tamanho deste, só com as pérolas que as pessoas dizem nos Hospitais e nos Centros de Saúde. ;)

      Eliminar
  11. Respostas
    1. Caraças! Mas dão trabalho estes "textos interactivos" :P

      Eliminar
  12. Respostas
    1. Gurgetes! Como me escapou..?! Já são tantas as palavras, que ainda vou ter de fazer outro texto. :/

      Eliminar
  13. Conheço quem diga "pejame" (pijama) ou "chamar o nimed" (Inem) ahahaha ;) é cada uma... mas assim se fala bom português! :) ass. Mariana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Chamar o Nimed" nunca tal tinha ouvido! :P Mas a do "pejame" ou "pejama" de facto escapou-me! ;)

      Eliminar
  14. Respostas
    1. Confere! E está lá o "destrocar" ;)
      É da família do "deslargar" e do "desquecer".

      Eliminar
  15. Respostas
    1. Adriana, no próximo tens de enviar umas sugestões também. Isto dá trabalho, mas torna-se giro! :)

      Eliminar
  16. Eram 3 vieram ambos aos pares e formaram um quadrado!
    E esta Pedrocas Maquiavel???!?! eheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes que livro o Maquiavel escreveu, não sabes? "O Príncipe".
      Era sobre mim, oh Pulga Caranguejeira Enclausurada.

      Eliminar
    2. ... e que rico príncipe deves de ser! Mas o mais certo é que em vez do príncipe Maquiavel foste transformado em sapo, numa metamorfose de Kafka. ;))))

      Eliminar
  17. A nha mãe diz que se eu me esvorciar que consigo esmagrecer muito! :)))


    Eu adorei o texto! E tu também 'adoras-te'?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Epááááá! Acreditas que de ver tantos erros desse género, às vezes já tenho duvidas de como se escreve correctamente? Sempre que escrevo um texto, "passo-lhe o pente" algumas três vezes, para ver se não tem gralhas dessas..!

      Eliminar
    2. Imagino! É um dos erros de português mais comum. :)

      Às vezes dá-me brancas de como se escreve uma palavra e escrevo-a uma dezena de vezes de forma diferente e concluo que acabei de inventar aquela palavra porque não me parece correcta de maneira alguma! :)))

      Eliminar
  18. Pedro, tu és mesmo um tipo com classe...não és de uma estirpa qualquer!!! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maaaau! Isso traz água no bico, não traz..?

      Eliminar
  19. http://www.priberam.pt/dlpo/espilrar

    é só isto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tinhas que vir tu dar cabo do esquema! Podias ter deixado passar esta..!

      Eliminar
    2. O post não deixa de ser engraçado e o texto, em si, bem conseguido.
      Mas parece que acalmou, as pessoas já não se alembram de mais nada..
      Mas de tudo, o que estou mesmo sempre a corrigir as pessoas é com o "treuze"..

      Eliminar
  20. nossa k biolencia!!!
    biolencia sem acento, p ser em bom!!
    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Floribella style! :P Não era ela que dizia isso..?

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. Btw, convido-te a visitar os meus estaminès tb.
      Bom fds. Baci,

      Eliminar
  21. É a primeira vez que visito este blog, e começamos muito bem :) quer mais uns exemplares dignos? Então vamos lá: por norma, as mulheres que tomam a "pírula", costumam ganham uns quilates a mais, ora então fazem uma dietazinha para "esmagrecer"! Há, e para os "nerves", nada melhor que umas sessões de "reique" ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu bem digo que dava para fazer outro texto parecido com este, só tendo por base as "pérolas" que se dizem nos Hospitais, Consultórios e Centros de Saúde! ;)

      Eliminar
  22. Não esquecer que foi agora fim do mês, altura de arreceber!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Arreceber" podia ter constado deste texto sim senhor. Fica para o próximo! :)

      Eliminar
  23. "adem" em vez de hão-de ou "hádes"

    ResponderEliminar
  24. Se calhar já venho tarde... mas hoje ouvi uma locutora da TSF dizer "redículo". Nunca outra tinha ouvido na minha vida!! Já estou por tudo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah, também já ouvi sim :) Fica para o próximo texto!

      Eliminar
  25. E num é que me descaquei a rir com o teu poster? Até bubi óga que já não me agantava (sim, eu conheço alguém que diz mesmo isto).
    :)

    ResponderEliminar